Jovens podem viajar de graça pelo Brasil

viajar de graçaDepois de muito tempo, finalmente começou a valer a nova regra que permite que jovens de todo o país possam viajar de graça para outros estados. Mas é importante observar que só pode participar do programa lançado pelo Governo Federal quem tiver entre 15 e 29 anos e renda familiar de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso estar inscrito no Cadastro Único, o CadÚnico.

De acordo com o Decreto nº 8.537, as empresas de transporte rodoviário ficam obrigadas a disponibilizarem gratuitamente duas vagas para os jovens que participarem do programa Identidade Jovem.

A nova lei, além de reservar lugares nas empresas de ônibus, garante passagens de graça em trens de passageiros. Uma ótima oportunidade para quem quer conhecer a estrada de ferro que liga Vitória, no Espírito Santo, a Belo Horizonte, em Minas Gerais, por exemplo.

E tem mais: quando as duas vagas gratuitas forem ocupadas, as empresas serão obrigadas a oferecerem outras duas vagas com no mínimo 50% de desconto do valor cobrado.

Como viajar de graça

Para obter a Identidade Jovem é preciso ter entre 15 e 29 anos, renda familiar de até dois salários mínimos e estar inscrito no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.

O documento deve ser solicitado pela internet ou por aplicativos de smartphones, mas ainda não está disponível. De acordo com a assessoria da Caixa, banco responsável pela emissão do documento, a expectativa é de que a Identidade Jovem esteja disponível em quatro meses.

Para viajar de graça é bem simples. Basta apresentar o documento com até três horas de antecedência da viagem diretamente no guichê da empresa. Depois desse prazo as vagas reservadas para o programa poderão ser vendidas normalmente. A mesma regra vale para as passagens com desconto. Além da Identidade Jovem é preciso apresentar um documento com foto.

As empresas poderão verificar a validade do documento por meio do QR CODE, e quando recursarem a oferecer o bilhete gratuito ou com desconto, deverão justificar isso por meio de um documento, caso o solicitante deseje. Reclamações e dúvidas deverão ser encaminhadas para a Agência Nacional de Transporte Terrestre, ANTT.

O texto que regulamenta essa nova regra foi aprovado em 2013 e publicado no Diário Oficial da União em 6 de outubro de 2015. Essa mesma lei garante meia-entrada em cinema, teatros, estádios de futebol e outras atividades culturais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas