DA PAIXÃO À PROFISSÃO: POR ONDE COMEÇAR A ATUAR NA PRODUÇÃO DE GAMES?

 

Especialista da REDZERO, rede de escolas de game e entretenimento digital, fala sobre como iniciar a profissionalização nesta área

Já se foi o tempo em que a vocação para o universo dos games não era algo que se levava a sério. Com um mercado que, segundo dados do Euromonitor Internacional, movimenta R$66 bilhões por ano em todo o mundo, sendo cerca de R$1 bilhão no Brasil, fazer game virou um grande negócio do ponto de vista profissional. No entanto, gostar de jogar, embora seja um bom começo, não é o suficiente.

De acordo com o especialista Raphael Braga, Diretor de Produto da REDZERO, rede de escolas de game e entretenimento digital, um fanático por jogos não necessariamente vai se descobrir profissionalmente nesta área e, mesmo que se descubra, é essencial buscar estudo desde cedo para desenvolver habilidades e escolher um caminho dentro deste universo tão amplo.

 

Braga2

“Quando a pessoa, além de gostar de jogar, também se interessa em saber como aquilo é feito, e tem ideias de como tornar os seus jogos preferidos ainda mais interessantes, é sinal de que pode haver aí uma vocação para produzir games. A partir disso, é importante saber o quanto ela gosta de planejamento, de arte de programação, pois a produção de um game é multidisciplinar, abrange vários talentos. Por isso, é importante buscar um curso onde se possa experimentar um pouco de tudo, para saber rapidamente qual será o direcionamento escolhido”, explica Braga.

De acordo com o especialista, um curso como o Games Artes, da REDZERO, por exemplo, além de despertar o talento e potencial dos futuros profissionais da indústria de games, também contribui para ampliar sua compreensão sobre as necessidades envolvidas no processo de produção de um jogo.

“Do entusiasmo à produção existe um vale técnico a ser trabalhado. O aluno vem como uma coisa na cabeça e aqui começa a perceber que mesmo produções simples exigem aprofundamento técnico. Além de desenvolvê-lo nesse sentido, o curso também dá a visão de que não se produz um game sozinho, como uma ‘euquipe’, por isso é importante saber quando envolver outros profissionais para o sucesso do projeto”, esclarece.

Sobre a idade para começar essa formação, Braga indica que a adolescência como o período mais indicado, já que existe uma necessidade de disciplina para entrega de projetos, além de uma maturidade artística um pouco maior. “Mas isso não quer dizer que crianças não possam aprender. Nosso curso de Game Arts tem idade recomendada para jovens a partir de 14 anos, por entendermos que eles já passaram por experiências de vida que ajudam a compreender melhor o conteúdo. No entanto, há crianças capazes de assimilar com certeza, tendo, é claro, o nível de exigência adequado”, finaliza o especialista.

Game Arts

No curso de Game Artes da REDZERO o aluno aprenderá os fundamentos de design de games, mecânica para jogos digitais, modelagem 3D, pintura e escultura digital, ilustração, animação e implementação em uma engine. Por meio de uma metodologia de ensino voltada para criação de projetos e construção de portfólio, o aluno termina o curso com dois games finalizados utilizando técnicas de pixel art, o que contribuirá para seu futuro ingresso no mercado de trabalho em desenvolvimento de jogos.

As atividades deste curso são diferenciadas porque estimulam competências iniciais para o trabalho no ambiente de design para games, como criatividade, concentração, atuação em equipe, criação de projetos e desenvolvimento de games de produção própria.

A REDZERO é uma rede de escolas de game e entretenimento digital mantida pelos mesmos donos da Full Sail University, universidade norte-americana que é referência mundial em educação de mídias, artes e entretenimento. Com cinco unidades entre os estados de São Paulo (bairros da Lapa e Tatuapé) e Rio de Janeiro (Madureira, Niterói e Copacabana), atende mais de 3 mil alunos, sobretudo crianças e adolescentes entre 10 e 18 anos.

 

** Para quem tem vontade, mas ainda não tem certeza se quer seguir carreira com artes digitais, a REDZERO oferece ainda um curso gratuito de Introdução às artes digitais de 3 dias de duração e com certificado. Para fazer o curso, basta se cadastrar no site:

aularedzero.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas