Estágio descomplicado: Por onde começar?

Depois de todo o pânico do vestibular, matrícula e adaptação à faculdade, achamos que já está tudo certo (ou não) e começamos a nos acostumar com não ter mais que usar uniforme, não ter lição de casa propriamente dita, aulas mais informais, não ter ninguém nos cobrando para entramos na aula no horário… É quase o paraíso (#sqn)!

Saímos do colégio e entramos na faculdade achando que somos adultos independentes (sim, nossos pais estavam rindo da nossa cara com razão), mal sabíamos que os boletos não se pagavam automaticamente na data, muito menos que o dinheiro que gastamos no cartão de crédito tem que sair de algum lugar!

Então chega o fatídico dia em que as horas complementares estão se acumulando, a cobrança por conhecer sua área ou até mesmo pagar suas mensalidades. Para onde correr? Quem pode me ajudar? Qual meu tipo de empresa? Existe isso de tipo de empresa?

Bom, para começar, você vai precisar de um currículo, o que, por si só, já pode parecer um pesadelo para candidatos de primeira viagem, pensando nisso, elencamos algumas dicas valiosas para ter um currículo completo neste post aqui! Além disso, nossa plataforma permite que você faça seu currículo online, sem esquecer nenhuma informação interessante para os RHs e, se você está lendo este post, provavelmente está atrás de estágio, então não deixe de se cadastrar aqui!

Ok, meu currículo está feito e agora? O momento do estágio é importante justamente para que você se encontre no mercado de trabalho, descubra qual seu estilo de trabalho, se você combina mais com uma multinacional, startup, home office ou se um dia quer ser autônomo ou empreendedor.

Este é o momento de alinhar suas expectativas à realidade, se adaptar ou até mesmo criar novas possibilidades. Então, inscreva-se sem medo em vagas diversas, áreas diferentes, não se preocupe, pois você provavelmente não será chamado para uma vaga em que não tem o perfil, principalmente se seu currículo for completo e honesto.

Ah, mas e se eu for chamado para uma vaga que acho que não tem nada a ver comigo? Nosso primeiro conselho é: entre em contato com o recrutador que te chamou, entenda a necessidade da vaga, as tarefas que deverão ser executadas, o perfil esperado. O recrutador não está lá apenas lendo currículos e também não cuida de apenas uma vaga, talvez seu perfil não seja um match impecável com a vaga aberta no momento, mas você pode se tornar um talento valioso para o banco de dados da empresa e já ter participado de algum processo seletivo por lá pode adiantar o processo em uma próxima vez!

Estas podem parecer dúvidas óbvias, mas todos temos que começar em algum lugar, não é? Comece por aí e não pare de se informar! O estágio é uma época de muita dúvida e, exatamente por isto, é uma época de muito aprendizado. Continue nos acompanhando, teremos mais dicas em breve!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas