Organizar-se para estudar fora é um processo prazeroso, porém burocrático. Ao mesmo tempo em que o estudante está empolgado com a sua nova experiência, também pode ficar um pouquinho insegurocom os inúmeros documentos e pré-requisitos a serem preenchidos. Além disso, antes mesmo de viajar já bate aquela saudade dos amigos e da família, porque serão semanas, meses e até anos longe de tudo o que já se está acostumado.

Mas apesar de todos esses pequenos impasses, não há motivos para desistir. Os pontos positivos de fazer um intercâmbio se destacam em maior número e servem como lembrete de que todo o investimento vale a pena. Por isso, se apegue sempre a esses detalhes antes de viajar para manter a motivação e a cabeça aberta para conhecer uma realidade totalmente diferente e repleta de benefícios. Quer uma lista de todos eles para visualizar melhor esse cenário?

Então, acompanhe este artigo e descubra como cada item citado aqui pode fazer boa diferença quanto o assunto é viver em outro país. Vamos lá?

1. Aprender uma nova língua

Não importa se você é iniciante ou já tem conhecimento suficiente do idioma falado em seu destino: de qualquer forma, você pode aperfeiçoar ainda mais sua pronúncia e seu vocabulário. Fazer um intercâmbio exige uma prática intensa da língua para que você se comunique bem, entenda suas aulas e faça novos contatos. Estar inserido nesse contexto 24 horas por dia também é uma forma de aprender ainda mais como aplicar expressões e palavras da maneira certa.

Não se esqueça de verificar o nível exigido pelo seu programa antes de se matricular. Por vezes, é interessante realizar algum curso paralelo quando o idioma exigido for mais técnico, apenas para garantir uma compreensão maior de conteúdos, disciplinas e diálogos. Quem sabe você também não se hospeda em uma casa de família local para conviver mais profundamente com a língua? Essa é uma ótima opção para quem quer poupar tempo e vivenciar ainda melhor a oportunidade.

2. Expandir sua visão de mundo

Por mais que esse tópico pareça clichê, ele é também um dos principais pontos positivos de fazer um intercâmbio. Em outro país, você convive com pessoas e uma cultura totalmente diferente, o que ajuda bastante a ampliar sua visão de mundo. Além de desenvolver mais empatia em relação a outras realidades, você também deixa preconceitos de lado, aprende a entender e a respeitar diferenças e a desafiar estereótipos.

E isso não se aplica somente ao cenário de seu país de destino, com seus colegas nativos. Estudar fora significa conhecer vários outros alunos que também são intercambistas e que podem acrescentar mais bagagem à sua jornada. Você descobre como os outros enxergam aquilo que você também está vivenciando e passa a descobrir novas formas de encarar dificuldades.

3. Ganhar mais autonomia

Fazer um intercâmbio é, sem dúvida alguma, a melhor maneira de aprender a se virar sozinho. Você está longe de casa, precisa se adaptar e, para ter um bom resultado, tudo depende somente de você. Essa é uma maneira também de exercitar a sua capacidade de lidar com pessoas novas e de se estabilizar em um ambiente que está inserido em uma realidade diferente da sua.

A partir disso, você sai da sua zona de conforto e começa a fazer coisas das quais nem imaginava ser capaz. Isso inclui lavar suas próprias roupas, mas também procurar um atendimento médico ou auxiliar um amigo na resolução de um problema. Você terá suas próprias responsabilidades e não poderá fugir delas, o que aumenta seu senso de autonomia e te dá mais coragem e iniciativa para ir atrás do que quer.

4. Melhorar seu currículo 

Uma experiência internacional faz toda a diferença no currículo. Sua habilidade em um idioma estrangeiro e seu conhecimento sobre novas culturas são pontos que chamam a atenção de qualquer empregador. Especialmente quando ele se trata de uma grande empresa de nível nacional ou internacional! Portanto, escolha bem a universidade em que você vai estudar e procure se integrar ao máximo a novos projetos acadêmicos.

Fazer um intercâmbio também turbina seu histórico profissional porque comprova que você já conhece bem a realidade do mercado em um contexto diferente do nosso. Por esse motivo, está apto a aplicar seu aprendizado de acordo com a realidade dos negócios no Brasil. Com base nisso, poderá ajudar a companhia a ir mais além e se torna um grande diferencial dentro da equipe.

5. Aumentar seu networking

Uma das melhores coisas de fazer um intercâmbio é a quantidade de pessoas que você conhece. Muitas delas têm os mesmos interesses que você e isso ajuda bastante na aproximação e na troca de ideias e experiências. Como todos estão passando pelas mesmas coisas e estão com objetivos em comuns, várias coisas boas podem surgir daí: uma proposta inusitada de emprego, uma parceria para abrir um novo negócio ou um convite para desenvolver um projeto.

O mesmo vale para seus professores, que já fazem parte do mercado de trabalho internacional e podem passar não somente conhecimento, mas também servir como ponto para novas referências. Ou seja, ir para fora do país proporciona um up significativo em seu networking, que rende sempre bons frutos a curto e a longo prazo. Basta saber aproveitar!

6. Valorizar seu próprio país 

É comum encontrar pessoas que enxergam o intercâmbio como uma forma de se afastar da cultura e da realidade do Brasil. Mas acredite: essa oportunidade acaba por mudar o pensamento de muita gente. Fazer um intercâmbio é também aprender a valorizar seu país de origem, sua cultura e cada detalhe bonito que pode ser encontrado por aqui.

Você entende que todos os lugares apresentam vantagens e desvantagens e que cada lugar tem algo de especial para guardar. Essa também é uma forma de entender o que outras pessoas pensam da nossa vida e dos nossos costumes, o que reforça ainda mais o fato de que todos somos diferentes, mas também temos vivências em comum. Você voltará para casa mais sábio e mais grato por tudo o que consegue encontrar por aqui.

E você, já teve a oportunidade de Estudar Fora? Dê uma olhada no Processo Seletivo do LAIOB para Bolsas de Estudos de 30%, 50%, 70% e até 100% para cursos de curta duração nos EUA. As Inscrições estão abertas!

Veja abaixo o vídeo do processo seletivo

Este artigo foi originalmente publicado no #BlogdoLAIOB – LAIOB (Latin America Institute of Business) Connecting Experiences

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here