Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter uma carta de recomendação do seu professor ou gestor pode fazer a diferença na hora de ser escolhido para uma vaga de estágio. Mas nem sempre é fácil conseguir, e o processo pode ser demorado e estressante para você.

Por esse motivo, vamos mostrar algumas boas práticas na hora de solicitar a carta, mas antes, explicaremos o que é e qual objetivo de uma carta de recomendação.

Leia também: Quais são as perguntas mais usadas em entrevistas de emprego

O que é uma carta de recomendação e para que serve?

A carta de recomendação nada mais é que um documento onde um professor, caso a pessoa não tenha experiências anteriores, ou um antigo gestor, formaliza sua opinião descrevendo o período no qual o colaborador trabalhou, carga horária, atividades e funções exercidas, entre outras informações pertinentes.

Ter uma carta de recomendação traz credibilidade e complementa de maneira efetiva um bom currículo, inclusive, no LinkedIn é possível ser recomendado ou recomendar alguém, o que mostra o nível de importância na busca de vagas efetivas ou de estágio.

Muitas pessoas tem vergonha, ou se sentem extremamente desconfortáveis em pedir uma carta de recomendação. Por esse motivo, a primeira dica é sempre cultive boas relações e com gestores, colegas de trabalho, mentores e professores, isso facilitará o pedido e a chance de ser rejeitado é muito pequena.

Não apenas mande um e-mail e espere, antes ligue para essa pessoa, se for possível marcar um encontro, marque. Mostre como essa pessoa é ou foi importante no seu desenvolvimento profissional ou acadêmico e como será importante receber uma recomendação.

Não se esqueça que dependendo do cargo, o valor da carta aumenta ou diminui, o ideal é que seja redigida por pessoas em posições elevadas da empresa mas que tenham trabalhado diretamente com você. No caso de ser um professor, escolha um que seja próximo a você, que conheça seu trabalho, que saiba seu nome e que além de professor seja uma pessoa na qual você pede conselhos e opiniões.

Para não restar duvidas, segue um passo a passo:

  • Comece o processo com tempo, solicite com pelo menos 2 meses de antecedência
  • Não espere receber sua carta em uma semana, dê um prazo de pelo menos um mês. Lembre-se que são pessoas ocupadas, com uma rotina complicada, repleta de compromissos, facilite a sua vida e a deles também.
  • Explique os pontos importantes que devem conter na recomendação como: nome completo, cargo e os contatos da pessoa que recomenda, escrever sobre sua habilidade profissional e social, hábitos no trabalho, capacidade intelectual e preparação acadêmica.

Seguindo estas dicas pedir uma carta de recomendação não será mais motivo de preocupação. Pense como estrategicamente ela pode abrir caminhos para a vaga que você tanto quer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here