Desde o início da sua vida acadêmica você sempre soube em qual segmento gostaria de construir sua carreira? Provavelmente, não.

São tantas possibilidades, que está cada vez mais difícil focar em um segmento só, o que por um lado é bom pois é o momento de experimentar.

Saiba: Quais são as perguntas mais usadas em entrevistas de emprego

Abaixo, listamos alguns dos principais segmentos:

Startup

Talvez seja o segmento que mais ganhou espaço nesses últimos anos pois cada vez mais surgem Startups e empreendedores inovando quase sempre por meio da tecnologia. Podemos definir este modelo como empresas pequenas que crescem e geram lucro rapidamente e com baixo custo de manutenção.

São empresas com um modelo de negócios pensado em acelerar receita e mantendo os custos baixos pelo maior tempo possível. Por ser empresas menores a proximidade com os
companheiros de trabalho é maior, o ambiente normalmente é mais descontraído e informal e, mostrando bons resultados, a possibilidade de crescimento é rápida.

Além de possibilidade de aprender e desenvolver várias habilidades, pois a probabilidade de ter que aprender tarefas diferentes é grande.

Alguns pontos negativos seria alta rotatividade e não ter um plano de carreira definido, não quer dizer que não exista, simplesmente, menos estruturado.

Bancos e Fintechs

As instituições financeiras sempre foram conhecidas como segmentos que possuem um perfil mais conservador e formal, porém esse modelo tem mudado por conta das novas gerações de colaboradores e pela tecnologia.

Como o ambiente normalmente é de muita pressão, independente da área, a cobrança por resultados é constante e você precisa ter um fit muito grande com esse segmento se quiser construir uma carreira sólida.

Além de familiaridade ou facilidade com números.
A rotina é frenética, provavelmente terá que fazer algumas horas extras mas a remuneração das instituições financeiras estão entre as mais altas, sem falar dos benefícios, além dos básicos como VR, VT, VA, Saúde até participação nos lucros e bônus anuais.

As Fintechs têm o modelo de Startup tendo como foco agilizar e inovar os processos financeiros. Se o seu perfil está mais ligado a Startups mas quer trabalhar no mercado financeiro, este pode ser o seu lugar.

Bens de Consumo

Bens de consumo são os bens produzidos destinados aos consumidores e podem ser duráveis, semiduráveis e não duráveis. Alguns exemplos são automóveis, eletro domésticos, produtos de beleza, entre outros.

São empresas de porte grande, com muitos funcionários e que costumam realizar programas robustos de estágio e trainee, sendo um segmento tão amplo quanto competitivo.

São empresas que exigem um bom nível de inglês, hoje para qualquer vaga ter pelo menos nível intermediário é quase uma obrigação e também pensar como o cliente.

Além disso, ter raciocínio estratégico e estar conectado, pois hoje os principais canais que conectam consumidor e empresa são sites, blogs e redes sociais. Outro ponto valorizado é ter intenção ou começar um MBA.

Terceiro Setor

São fundações e associações que geram serviços e bens públicos, porém sem fins lucrativos como ONGs (Organizações não governamentais) e OSCIPs (Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público).

Para trabalhar em uma empresa do terceiro setor primeiro pense em uma causa na qual você tenha afinidade e que tenha a ver com você, podem ser causas como educação, proteção animal, idosos, meio ambiente, dependentes químicos entre outras.

Construir uma carreira no terceiro setor requer, completa identificação com a causa e os valores da empresa, ser mão na massa, estar preparado para não ter uma rotina ou um lugar fixo de trabalho, ou seja, uma capacidade grande de adaptação.

Setor público

Quando pensamos em setor público vem à cabeça burocracia e ineficiência mas nem sempre é assim. Além da estabilidade um posto público pode trazer um impacto em grandes proporções no país.

É possível entrar no setor público por meio de concursos ou cargos comissionado. Com estrutura organizacional e hierarquia bem definida, plano de carreira e um leque de possibilidades para atuar.

Industria

Trabalhar na Industria pode ser um grande desafio, muitos processos, leis, boas práticas, e produções em grande escala. São um dos responsáveis por mover a economia brasileira, onde as cidades mais industrializadas costumam ser as mais ricas.

Também são protagonistas de grandes programas de estágio e trainee. Para trabalhar no setor industrial prepare-se para grandes mudanças, como por exemplo uma transferência de cidade.

Comunicação

As empresas do segmento de comunicação requer dinamismo e claro ser comunicativo, super antenado e atualizado. É possível atuar tanto no departamento marketing e comunicação de uma empresa como em uma agência, em inúmeras áreas para se especializar, entre elas, comunicação interna, marketing digital entre outras.
Conhecer os segmentos te ajudará a descobrir quais empresas que mais combinam com você e seus valores e objetivos de carreira.

Leia também: Como saber de vagas em grandes empresas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here